• [GAMES] DR, MARIO (NES) [AÇÃO GAMES 001]



    Outro jogo que tinha na locadora do meu bairro e eu não aproveitei tanto quanto deveria na época. Hoje, mais uma vez eu vejo o erro de meus caminhos.

    Dr. Mario pode ser tido como um clone safado de Tetris, e a principio não teria muito o que falar a respeito. De fato essa será uma review bem curta até. Só que ele adiciona um twist muito interessante: é Tetris com um objetivo! 
  • [GAMES] ESWAT (Master System) [AÇÃO GAMES 001]




    ESWAT da Sega, como muitos jogos de arcade dos anos 80, se espelhou no desejo de criar um jogo baseado em um filme sem realmente ter que comprar a licença para tal. Neste caso, é fortemente influenciado pelo clássico de ação de 1987 "RoboCop", cujos direitos eram de propriedade de Data East. O que não impediu a SEGA de criar o seu próprio jogo do robo justiceiro, afinal, quem não iria querer jogar como um robô atirando em criminosos?
  • [GAMES] TEENAGE MUTANT NINJA TURTLES 2 (NES) [AÇÃO GAMES 001]





    A nostalgia é traiçoeira, eu sei, mas isto honestamente veio como uma surpresa para mim já que, como muitos outros, eu tinha boas lembranças do jogo. É certo que isso é provavelmente porque eu era fã do desenho animado e essa máquina estava em todos os fliperamas do mundo.  

    Ver screenshots do jogo certamente me levou de volta aos melhores momentos que um garoto poderia aspirar em sua infância (disputar espaço num fliperama a cotoveladas com estranhos - foi o melhor dos tempos, foi o pior dos tempos), mas agora, visto com olhos de adulto, o meu gosto tem um trabalho de adulto a fazer.
  • [GAMES] MEGAMAN 3 (NES) [AÇÃO GAMES 001]


    Ele é ferro e fogo... e tiro no saco!
    MEGA MAN 3 (NES)

    Mega Man 3 foi um jogo absolutamente perfeito para sua época, embora por todos os meios hoje é um jogo completamente datado. Acontece que no jogo você tem que derrotar 8 robôs-chefes, e a cada chefe que você derrota ganha a arma que ele usava. Todo chefe tem algum tipo de fraqueza contra uma das armas dos outros chefes, então o grande segredo do jogo é saber a ordem certa dos chefes a serem derrotados para ganhar a arma certa para enfrentar o próximo chefe.

    Supostamente os robos feitos pelo Dr Willy eram
    robos uteis a sociedade que foram corrompidos
    por ele. Tipo o Cut Man era um robo para cortar arvores.
    Então... qual era a do Snake Man mesmo?
    Como você sabe isso? Pesquisando na internet, é óbvio. Como você sabia isso em 1991? Ou tendo uma revista de videogames com a ordem (e sendo o cara mais descolado da classe) ou simplesmente tentando e errando. E é aqui que o jogo funcionava muito bem em 1991 mas não funciona bem hoje.

    Tal qual os Megamans modernos, as fases tem não só desafios a serem superados como tanques de energia secretos a serem encontrados e habilidades a serem desbloqueadas (neste jogo são novos usos para o cão-robo Rush). O jogo tem um sistema de passwords muito bom que salva tudo que você já conquistou até o presente momento, então por mais dificil que seja o jogo nenhum progresso é realmente perdido.

    E isso é o que funcionava em 1991, porque eramos crianças com poucas opções de entretenimento. Um jogo como Megaman 3 era filhadaputamente difícil, mas ao mesmo tempo garantia meses de diversão sem a sensação de estar jogando seu tempo fora nem nada. Era o jogo para se ter e ir descobrindo as coisas pouco a pouco, mesmo com uma dificuldade avassaladora.

    Com efeito, mesmo as fases eram assim. Tinham partes que era insamente impossível sem perder 2\3 da sua vida, mas isso só porque  eu não tinha as armas ou os upgrades do Rush necessários. Se eu tivesse o jogo por meses, a tentativa e erro me ensinariam que recurso usar em que parte.




    Além de ser um dos jogos mais visualmente bonitos de toda bibliotea do NES, a trilha sonora é qualquer coisa de um arregaço 

    Duas coisas que eu aprendi jogando esse jogo em 2017 é que você enfrenta
    os fantasmas dos robos (???) chefes do Megaman 2 (que eu nunca joguei)
    no final. Outra coisa que eu descobri que eu tinha preconceito com o Top Spin
    Attack porque era homofobico e dar girinho não era "coisa de homem".
    Caralho que porra mais útil essa!
    Porém em 2017 não é assim que a banda toca. Ninguém (nem mesmo as crianças), tem o tempo e a paciência para passar meses tentando e errando com um jogo. Simplesmente é um jogo fora de sincronia com o nosso tempo, porque pa-pum, direto e reto (seguindo um walkthrough, por exemplo), Megaman 3 perde muito do charme que ele foi originalmente projetado para ter.

    Simplesmente não é assim que se faz videogames mais hoje em dia, mas em sua época Megaman 3 foi rei.

  • Labels

    1984 1o Doutor 30-sai no Hoken Taiiku 3o Doutor a chegada A Garota Dinamarquesa A grande aposta A Lenda do Herói a morte é legal a new hope a qualquer custo ação ação games 001 ahames Alan Moore analises animação anime animes arcade arrival Assassin's Creed Assassination Classroom até o último homem attack of the clones bakemonogatari baseado em fatos reais Batman Batman Vs Superman battlestar galáctica BBC better call saul Black Flag Boku dake ga Inai Machi burocracia capitão américa cart swap trick castle of illusion change dragon change robo. changeman chris chibnall chroma squad cidade da morte class Conker's Bad Fur Day Corpse Party Daileon damien chazelle danganronpa Danish Girl daredevil de volta ao jogo deadpool death parade demolidor denzel washinton desenhos deus Deus Ex deus jirai doctor who double dragon III Doutor dr mario dreamcast drew barrymore dying light emma stone Empire Strikes Back episode I episode II episode III episode IV episode V episode VI episode VII erased espaço estrelas além do tempo eswat fallout 4 família de feiticeiros Faroeste FATE feelings fences ficção cientifica filmes Fire Emblem firefly Firewatch Flash Force Awakens FRAGILE DREAMS: FAREWELL RUINS OF THE MOON galactus gamecube games generations giluke governo Gravity Falls Gremlins 2 guerra civil Hacksaw Ridge headshot hell or high water hidden figures Hideaki anno hq Human Revolution Hyperdimension Neptunia ReBirth 1 indie inside japão eterno Jaspion Jessica jones jim anotsu jiraya john wick Jon Pertwee Katherine Kelly keanu reeves KEIJO king kong kiznaiver kubo e as cordas mágicas kubo of the two strings Kung Fu Panda 3 la la land lego lego batman Let's play life is strange limbo livros lucas pope Machi wa Mawatteiru macross Mad House maid cafe Majora's Mask Manchester a beira-mar Mario mass effect master system max payne 3 mega drive megaman megaman 3 mel gibson metal hero metroid mighty no 9 Mirai Nikki monogatari monstros gigantes moonligth my little pony N64 naruto naruto shippuden Neon Genesis Evangelion nes NES netflix night in the woods Nintendo 64 nisemonogatari normandy nota 4 novo showrunner de doctor who o incrível ninja ocarina of time one punche man Ori and the Blind Forest os dez mil imortais Oscar oscar 2017 otaku overlord Owari no Seraph pako pan Paper Mario Papers please parasyte Parks and Recreation pastiche Path of Radiance PC pc. Stories untold persona Phantom Menace pixar Policenauts Ponte dos Espiões prime primeiro Doutor procurando Dory psp PSX rant rants reflexões RElife resenha Return of the Jedi Revenge of the Sith Roger Delgado ryan gosling saída de steven moffat Santa Clarita Diet sasha grey Scott Pilgrim vs The World sea side Seraph of the End serenity series séries series japonesas séries japonesas Shadow of the Colossus shenmue shinobi Shinobi shounen skull island slice of life SNES sonic soredemo Spec Ops: The Line spin-off sr. bazoo Star Wars stay night Stellaris Stories: path of destinies Stranger Things Super Mario Galaxy Super Mario RPG SUPERHOT tardis tartarugas ninja teen angst terceiro doutor The Banner Saga The Big Short The Binding of Isaac The Dark Knight the girlfriend experience The Last Story The Master The Revenant The Thousand Years Door Thief TNMT II To The Moon togakure tokusatsu tomb raider TOP 5 torchwood tradução trap in a mmo Trigger túnel do tempo um limite entre nós undertale Unknown Enemy vídeo vingadores viola davis Voltron warcraft Watchmen Wii William Hartnell wow wtf XCOM xenoblade chronicles zelda Zero zootopia

    Copyright © - C de Cilencio - C de Cilencio - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan