sexta-feira, 10 de novembro de 2017

[TOP 15] Crushes que eu teria em 2017 (e que possivelmente você tenha)




Ano passado eu fiz uma lista citando 15 crushes que eu tive quando era adolescente, durante os anos 90. Hoje eu estou velho demais para esse tipo de coisa – e também porque eu troquei meu coração por um travesseiro de waifu da Mia Khalifa. Mas desde então eu fiquei pensando, se eu ainda fosse adolescente hoje, quais seriam meus crushes em 2017? Eis aqui um exercício de… err… imaginação (eu juro!) com o qual você pode até mesmo se identificar, quem sabe?

SASHA BRAUS (Attack on Titan – Shingeki no Kyojin)


Mikasa é a casa do caralho! Eu sei que é muito comum homens terem um crush por uma Sasha nos dias de hoje, mas essa aqui é inteiramente diferente. A vida vale muito pouco no mundo pós-apocalíptico em que os zumbis são tiozões pelados gigantes sem pinto (a descrição desse anime não é alguma coisa especial?), e sabemos que as vidas vêm e vão, sobretudo do elenco de apoio (é bom não se apegar realmente a esses…)

… exceto pela guria da batata! Sim, você sabe EXATAMENTE de quem eu estou falando, e sabe que é a pessoa que você queria apresentar para a família no almoço de domingo! Porque se alguma coisa acontecer com a guria da batata, we riot! Teje avisado!

LAPIS LAZULI (Steven Universe)



Me conhecendo como eu conheço, é óbvio que eu teria um crush por alguma personagem do melhor desenho da televisão atualmente (discutivelmente de todos os tempos, mas estou com preguiça de fazer essa lista agora). O problema é que as Crystal Gems são família demais para ter pensamentos afetivos neste sentido… e também seus corpos são projeções psíquicas de minerais inanimados. Mas isso nunca me impediu antes… Se ao menos Steven Universe tivesse uma personagem periférica com um passado trágico, dificuldade de adaptação e problemas de confiança, que totalmente precisa de um abraço e alguém que não desista dela…

… oh, espere, totalmente tem!

A2 – (NieR: Automata)

NieR: Automata é uma histórica trágica sobre máquinas abandonadas neste mundo procurando um propósito para viver, enquanto vestem o catálogo da Victoria Secret. Não tem porque não se apaixonar, realmente. O problema é que a protagonista do jogo, 2B, tem a personalidade de um paladino com um taco enfiado na bunda. Quer dizer, seu visual é uma das coisas mais sexys que os japoneses já conseguiram criar, mas ela é tão densa quanto uma estrela de neutrinos. O que serve ao propósito do jogo, 9S se apaixona por ela APESAR dela ter a flexibilidade emocional de uma porta, ilustra o quão desesperado ele estava por qualquer tipo de contato. Qualquer um, mesmo. 9S é tipo o Tom Hanks fazendo amizade com uma bola de vólei porque era o que tinha. É muito triste, na verdade.

Quando você pensa sobre isso, NieR é um jogo que a protagonista é o Wilson de lingerie. Caralho, Japão, você nunca para de se superar, né?

O mesmo não pode ser dito da outra protagonista do jogo, A2. Ela também se veste como uma modelo de lingerie que sobreviveu ao apocalipse, e tem muita dificuldade em confiar nos outros. Mas ao contrário da 2B, A2 carrega em seu coração artificial a bondade e a esperança de quem já perdeu tudo, mas também a bondade e a esperança de quem (bem no fundo) está disposta a recomeçar. Ela é linda por fora, mas por dentro também.

BAYLEY (WWE)

Eu nunca escondi que sempre preferi o Superman do que o Batman. Essa coisa DARKI TREVOSA E DU MAUUUU não é exatamente algo que apela aos meus gostos. Meio que o mundo já tem merda sombria demais para eu precisar ver mais disso na ficção, obrigado. Por isso eu gosto muito mais dos que trazem esperança e coisas positivas, e poucas personagens vestem mais essa camisa do que a Hugger da WWE. No caso dela, literalmente.

Ela nem é tão bonita assim, mas sempre que ela aparece é com tanta positividade e otimismo que não tem como não querer dar um abraço nela! Não importa o quão difícil ou ruim esteja sendo a sua semana, quando aquele emoticon de abraço aparece no telão, não tem como não se sentir bem com isso.

REM (Re:Zero)

Às vezes você só… Quer dizer, sabe quando alguém… Ah, quem eu estou enganando? VAI A MERDA, SUBARU, ENFIA ESSA EMILIA NA BUNDA E SAI QUICANDO, FILHO DE UMA RONCA E FUÇA CONSTIPADA! Mas puta que me pariu em chamas holísticas, se você sabe do que eu estou falando, com certeza concorda comigo que, para algumas pessoas, as leis da convenção de Genebra não deveriam se aplicar. Puta merda, sério mesmo…

Eu sei que esse páragrafo não fez muito sentido para quem não assistiu o anime, mas às vezes a gente só precisa colocar pra fora, sabe?

POISON (Street Fighter IV)

 
Se isso é uma trap, fica quieto aí, almirante Ackbar, que eu to caindo nela!

LORD DOMINATOR (Wander Over Yonder)


De tempos em tempos somos inevitavelmente atraídos a relacionamentos altamente destrutivos dos quais absolutamente nada de bom pode vir. A ideia de “mas sei que eu posso mudar ele/ela/aquela coisa roxa que mora embaixo do carpete” já destruiu mais vidas do que a febre amarela fazendo tag team com a difteria.

Mas isso nunca nos impediu de cair nessa, e provavelmente não será algo como o bom senso que impedirá um dia.

Mesmo que ela seja uma ditadora cruel sem absolutamente nada de bom dentro dela – que, por acaso, usa tênis e maquiagem pesada, e tem um ar meio junkie que é irresistível. E tem sardas. E uma cintura que faria você largar a família imediatamente. Mas resistam bravamente, crianças, resistam.

TSUNADE (Naruto Shippuden)



A primeira coisa que chama atenção na princesa lesma do anime é que ela carrega dois magumbos tão grandes que entornariam o continente africano caso ela pulasse corda na África do Sul. Verdade que isso é um grande (dois, na verdade) atrativo para a personagem. Mas, verdade seja dita, não é exatamente por isso que eu gosto tanto da tiazona mais enxuta dos animes.

O que eu realmente gosto na Tsunade é que ela é HEALER PRA CARALHO! Sério, ela representa tão lindamente e tão bem a nossa tão desmerecida classe de suporte, que dá até um calor no coração. Essa mulher cura muito, cura até embaixo d’água É um monstro da curagem! Nós, sempre subestimados healers, finalmente temos alguém pra poder bater no peito e dizer: Tsunade me representa!

JESSICA JONES (Marvel/Netflix)

 
No primeiro episódio da sua série, Jessica diz: “Eu não flerto. Se eu quiser você, você vai saber“. Oh rapaz, que mulher! Vamos ver o que mais temos na lista par ela:

(x) passado trágico
(x) inadequação social
(x) não tem paciência para suas merdas
(x) não tem mimimi
(x) foda-se o kung fu de vocês, vou arremessar esse carro e foda-se
(x) mete a porrada e não tá nem aí
(x) tem o superpoder mais legal de todo universo Marvel: puxar uma garrafa de uísque de qualquer lugar do apartamento dela que ela colocar a mão

O que mais alguém pode desejar?

WENDY CORDUROI (Gravity Falls)

 

Uma das coisas mais legais em Gravity Falls é que a série não é só uma das mais criativas que já vimos na televisão (PROTIP: e é), como é tirada diretamente das experiencias pessoais do criador Alex Hirsch. Ele tem realmente uma irmã gêmea, por exemplo (mas não um tio-avô com a voz do J.K. Simons, infelizmente para ele).

A série é baseada nas experiências de verão que ele – e, em certo ponto, todos nós – passamos um dia. E claro que não poderia faltar o crush pela menina mais velha, super cool, que namora um babaca (PROTIP 2: elas sempre namoram babacas, seus planos de “eu seria a melhor pessoa do mundo para ela” não vão te levar a lugar nenhum, de verdade). Já estivemos lá, já passamos por isso.

E nesse desenho essa é a função da Wendy, que é a guria badass por quem o Dipper tem uma queda, e reage mais ou menos da forma que o seu crush reagiu na época. Tem uma sinceridade nostálgica em Gravitty Falls que é muito charmosa, e Wendy retrata bem isso. Além dela ser muito descolada, claro.

ROSALINA (Super Mario Galaxy)

 
Rosalina não é só a personagem mais bonita de todo catálogo da Nintendo, como uma das mais bem construídas e cativantes. Eu já escrevi sobre ela aqui.

PRINCESA LUNA (My Little Pony: Friendship is Magic)

 
Espera, o que My Little Pony está fazendo nessa lista? Sério gente, quem me zoou?

Quer dizer, quem foi que colocou essa equina elegante, distinta, que é uma personagem complexa assombrada pelos erros do seu passado, e mesmo assim nunca apreciada, apesar de fazer um trabalho muito difícil aqui? Quer dizer, caham!, eu estou fazendo uma coisa séria aqui,. Vocês poderia não vir avacalhar?

TALI’ZORAH VAS NORMANDY (Mass Effect)



Essa foi tão feita sob encomenda para os nerds que é até covardia. Baixinha, geek, usa uma shotgun, de um povo completamente discriminado (os quarians são meio que os ciganos do universo de Mass Effect), que pede por um abraço e aceitação, é atenciosa, gentil, tem toda aquela coisa na personagem dela de “espero que senpai me note um dia”… e tem sotaque meio russo? Só faltava ela ser ruiva!
Ah, claro, e quadris que devem ter sido banidos pelo tratado de Kyoto.
Como Kaiden disse no ME1:
Kaiden: She’s cute, if you’re into the bookish sort.
Shep: Oh, I am… Remember I saw her first.
Até porque, quais são as outras opções femininas em Mass Effect? A caipira eleitora do Trump da Ashley? A psicopata que totalmente vai furar seu olho com um lápis durante o sexo da Jack? Ou a “meus genes são perfeitos, se formos fazer sexo será exclusivamente para gerar bebês mais geneticamente perfeitos do que eu, o que é estatisticamente pouco provável” da Miranda? Não, né?

13º DOUTOR (Doctor Who)

Peter Davesson (o 5º Doutor) disse recentemente que a escolha de uma mulher para interpretar o viajante do tempo mais longevo da televisão seria uma perda de um “modelo” para os meninos. Eu acho que ele está vendo isso pelo lado errado: não estamos perdendo um modelo, estamos ganhando um crush!

Ok, não sabemos ainda nada sobre o Doutor de Jodie Whittaker, verdade, mas a chance de ter um crush pelo Doutor? Já estou nessa lista! Por favor, Chibinal, apenas não estrague tudo. Eu nunca te pedi nada, mas por favor mesmo, apenas não foda a porra toda, tá bom?

GARDEVOIR (Pokémon)

 
Se no post anterior eu mencionei um digimon, é apenas justo que eu cite um pokemon agora. Só para equilibrar, sabe? Não que eu seja esquisito nem nada, apenas… é… bom, está quente aqui, né? Caham, prosseguindo…

Apenas como desgraça pouca é bobagem, Gardevoir está na nossa lista de pokemons mais perturbadores quando você lê a descrição da pokedex dela.

GLaDOS (Portal)

 
Eu… eu preciso de ajuda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário